Escolha uma Página
A Importância dos Conselheiros

11/03/2019

 O estado da arte das publicações sobre governança corporativa convergem no entendimento de que as organizações buscam um sistema equilibrado de decisões, com a preservação de objetivos tangíveis e intangíveis traçados nas matrizes estratégicas, que devem buscar harmonia entre os interesses dos donos do capital, que podem ser fundos de private equity, investidores institucionais, fundos mútuos de ações, fundos de pensão e todas as demais partes com seus legítimos interesses.

Na estrutura de governança, cabe ao conselho de administração definir as estratégias da organização. Nesse contexto, um conselheiro deve estar preparado para analisar e propor melhorias em macroprocessos que compõem a cadeia de valor e que possam otimizar os resultados, discutir modelos de gestão de pessoas, incluindo o plano de sucessão, supervisionar a política de gestão de riscos, controles internos e plano de contingências e também analisar a concorrência com relação a aspectos comerciais e financeiros.

Alguns conselhos de administração, no Brasil, absorvem pessoas que não seriam as mais adequadas para o que se espera dessa função.  Verificam-se conselhos com a presença de figurões políticos, outros confundem reuniões do conselho com ocasiões para ¨contar causos¨. Felizmente, essa realidade está mudando e, cada vez mais, verifica-se a profissionalização dessa atividade na composição de conselhos não apenas de empresas de capital aberto, mas para toda organização que deseja aperfeiçoar seu processo de tomada de decisões e se tornar mais atrativa aos olhos do mercado.

Conforme a excelente obra ¨On Corporate Governance”, da Harvard Business Review, a principal função do conselheiro de administração é compreender o impacto de determinada estratégia sobre o valor do investimento dos proprietários. Para isso é preciso realizar uma espécie de supervisão estratégica. Os critérios mais adequados ao processo de supervisão estratégica compartilham duas características importantes:

  • concentram-se na taxa de retorno sustentável sobre o investimento dos acionistas, resultante do fluxo de lucros da empresa, e
  • possibilitam comparações objetivas dos diferentes fluxos de lucro segregáveis da empresa em si e com alternativas de investimento em outras empresas, dentro ou fora do setor.

 

Retorno de caixa sobre o investimento (CFROI)

Esse indicador destaca o caixa líquido gerado pelas operações, em vez do lucro contábil, e produz uma taxa de retorno comparável, com alternativas de retorno da empresa ou do mercado (custo de capital). Tem o mérito especial de apresentar algo próximo dos fluxos reais de fundos disponíveis para investimento e, portanto, ser adequado a comparações com outras oportunidades de investimento.

 Valor econômico líquido agregado ano a ano (EVA)

Trata-se de estimativa do valor absoluto agregado na moeda local que é agregado à riqueza dos acionistas, sempre que a empresa gera retorno sobre o investimento superior ao custo de capital.  O EVA incorpora as mesmas variáveis básicas CFROI, mas expressa a situação de forma mais contundente, destacando os períodos nos quais, em comparação com outras oportunidades de investimento, o desempenho da empresa redundou na criação – ou destruição – de valor econômico.

 Total do retorno sobre o investimento dos acionistas

Mede o lucro tributável efetivamente recebido pelos acionistas a cada ano, na forma de dividendos, mais os ganhos de capital como percentagem do valor de mercado no início do ano. Ao contrário dos outros três indicadores mencionados, tem a vantagem de refletir valor em mão em vez de valor esperado. É mais um indicador das expectativas dos acionistas do que do retorno sobre o capital investido pela empresa.

A desvantagem é que pode refletir flutuações de curto prazo, em geral exageradas, do mercado de ações como um todo. Por isso, deve ser usada como um complemento dos outros dois indicadores.

 

Artigos relacionados

Atualize-se sobre as tendências empresarias e econômicas do Brasil e do mundo.

Assine nossa Newsletter

Atualize-se sobre as tendências empresariais e econômicas do Brasil e do mundo. Tenha a análise de dados e opinião de especialistas da área.

 

Siga o ISAE nas redes

Acompanhe as novidades do ISAE Escola de Negócios.