Escolha uma Página
Em janeiro/2019 o Paraná foi o quinto maior gerador de vagas formais no país

11/03/2019

Conforme dados divulgados no dia 27 de fevereiro de 2018, no CAGED/MTE, o estado do Paraná apresentou um saldo positivo de 9.145 vagas, colocando o estado na 5ª posição no ranking nacional de geração de empregos formais em 2018, atrás apenas de Santa Catarina, com 20 mil, São Paulo, com 15 mil vagas, Rio Grande do Sul, com 12 mil vagas, e Mato Grosso, com 12 mil vagas.  O saldo positivo menor em janeiro 2019 em relação a 2018 reforça que, apesar de sinais de recuperação econômica do estado, a geração de empregos está sujeita a sazonalidades econômicas, conforme demonstrado no gráfico a seguir.

 

Evolução do saldo de emprego no Paraná (Jan-2019 / Jan-2018)

 

Fonte: Caged (Evolução do Saldo de Empregos Formais com ajustes)

 

Mercado de trabalho do Paraná análise do saldo por setor.

 

Ao analisar os setores de atividades econômicas no estado, o saldo positivo na geração de vagas formais se deve principalmente a serviços, que terminou o período com um saldo de 5.469 vagas, contra 5.438 vagas no mesmo período em 2019. Destaque para a área de comércio e administração de imóveis e valores mobiliários, com saldo de 3.398 vagas, juntamente com os setores de hotelaria, alimentação e manutenção, que terminaram o mês ano com um saldo de 809 vagas. Outra área que merece destaque é a de ensino, que terminou o mês com 678 vagas geradas no período.

 

Saldo Vagas Paraná por Setor de Atividade Econômica (Jan-2019/Jan-2018)

 

Caged (Evolução do Saldo de Empregos Formais com ajustes)

 

O setor da indústria paranaense terminou em janeiro-2019 com saldo positivo de 4099 vagas, com destaque para a indústria têxtil, com o saldo de 1.010 vagas, assim com a indústria de borracha, com o saldo 587 vagas, e a indústria mecânica, com 513 vagas respectivamente. Outro setor que merece destaque é a construção civil que terminou com um saldo de 2595 vagas contra 1389 no mesmo período em 2018.

 

Como destaque negativo no Paraná temos o setor do comércio, que terminou o mês com 2622 vagas. Quando comparado ao mesmo período em 2018 se verifica que houve piora de 1461. O saldo negativo neste setor se deve ao comércio varejista, que terminou o mês com o saldo de 2984, enquanto o setor atacadista finalizou com saldo de 362 vagas.                           

 

Mercado de trabalho do Paraná: análise do saldo por região.

 

Quando se analisa o saldo de vagas formais no estado do Paraná em janeiro-2019, por regiões, verifica-se que a região metropolitana de Curitiba, Norte Central e Oeste correspondem ao saldo de 9038 vagas, o que é demonstrado na tabela a seguir:

Fonte: Caged (saldo por município ajustado)

O saldo positivo foi influenciado principalmente pelo setor de serviços que terminou janeiro com total de 5497 vagas, essa expansão se deve, principalmente, ao setor de comércio e administração de imóveis, valores mobiliários, serviços hoteleiros e alimentação, juntamente com o setor de ensino. Há de se destacar no saldo de vagas no estado em janeiro de 2019 que o setor de comércio terminou com saldo negativo de 2622.

 

Saldo de geração de empregos formais no Estado do Paraná em janeiro-2019.

 

Fonte: Caged (saldo por município ajustado)

 

A região metropolitana de Curitiba terminou o mês com o saldo de 4461, o que representa uma redução na geração de vagas formais quando comparada ao mesmo período em 2018, que tinha um saldo de 6274 vagas, pois além do setor de comércio com um saldo negativo de (1400) vagas, os demais setores também tiveram saldos menores quando comparados ao mesmo período.

 

A redução na geração de vagas na região metropolitana de Curitiba, como nas demais regiões, foi influenciada pela redução das exportações, diminuição da produção industrial, o ambiente econômico brasileiro, bem como a sazonalidade da geração de vagas neste período.

 

Jefferson Marcondes Ferreira é Economista, Especialista em Controladoria pela Universidade Positivo e atua como profissional de finanças há 14 anos. Atualmente, trabalha numa empresa de meio ambiente ligada a reaproveitamento de materiais para matriz energética.

Artigos relacionados

Atualize-se sobre as tendências empresarias e econômicas do Brasil e do mundo.

Assine nossa Newsletter

Atualize-se sobre as tendências empresariais e econômicas do Brasil e do mundo. Tenha a análise de dados e opinião de especialistas da área.

 

Siga o ISAE nas redes

Acompanhe as novidades do ISAE Escola de Negócios.